segunda-feira, 27 de junho de 2016

Livre-se de suas tralhas!



Desapegue

Há muitas coisas boas em se mudar de casa ou apartamento.

Em princípio, toda e qualquer mudança é um avanço, um passo à frente, uma ousadia que nos concedemos, nós que tememos tanto o desconhecido.


Mudar de endereço, no entanto, traz um benefício extra. Você pode estar se mudando porque agora tem condições de morar melhor, ou, ao contrário, porque está sem condições de manter o que possui e necessita ir para um lugar menor. Em qualquer dos dois casos, de uma coisa ninguém escapa: é hora de jogar muita tralha fora.



E, se avaliarmos a situação sem meter o coração no meio, chegaremos a um previsível diagnóstico: quase tudo que guardamos é tralha.


Começando pelo segundo caso, o de você estar indo para um lugar menor. Salve!

Considere isso uma simplificação da vida, e não um passo atrás.

Não haverá espaço para guardar todos os seus móveis e badulaques.

Se você for muito sentimental, vai doer um pouquinho.



Mas não é crime ser racional: olhe que oportunidade de ouro para desfazer-se daquela estante enorme que ocupa todo o corredor, e também daquela sala de jantar de doze lugares que você só usa em meia dúzia de ocasiões especiais, já que faz as refeições do dia a dia na copa. 


Pra que tantas poltronas gordas, tanta mobília herdada, tantos quadros que, pensando bem, nem bonitos são? Xô! Leve com você apenas o que combina e cabe na sua nova etapa de vida.

O que sobrar, venda, ou melhor ainda: doe.

Você vai se sentir como se tivesse feito o regime das nove luas, a dieta do leite azedo, ou seja lá o que estiver na moda hoje para emagrecer.


No caso de você estiver indo para um lugar maior, vale o mesmo. Aproveite a chance espetacular que a vida está lhe dando para exercitar o desapego.

Para que iniciar vida nova com coisa velha?

Ok, você foi a fundo de caixa e não sobrou nada para a decoração, compreende-se.



Pois leve seu fogão, sua geladeira, sua cama, seu sofá e o imprescindível para não dormir no chão.

Para começar, isso basta.

Coragem: é hora de passar adiante todas as roupas que você pensa que vai usar um dia, sabendo que não vai.



Hora de botar no lixo todas as panelas sem cabo, os tapetes desfiados, as almofadas com rombos, os discos arranhados, as plantas semimortas, aquela lixeira medonha do banheiro, os copos trincados, os guias telefônicos de três anos atrás, todas as flores artificiais, as revistas empoeiradas que você coleciona, a máquina de escrever guardada no baú, o aquário vazio e o violão com duas cordas.

Tudo isso e mais o que você esconde no armário da dependência de serviço.

Vamos lá, seja homem.

Caso você não esteja de mudança marcada, invente outra desculpa qualquer, mas livre-se você também da sua tralha. Poucas experiências são tão transcendentais como deixar nossas tranqueiras para trás.



Por mais que sejam bonitos, não são úteis!

Atrapalha, congestiona, dá gasto com limpeza, você perde metade do seu tempo cuidando de tudo isso!

Tem dias que não dá tempo de se olhar no espelho duas vezes para ver seu cabelo!

Pense bem e desapegue!

Sucesso!! 
Deus abençoe e ajude a todos os que estão precisando desapegar!  rsrs

Forte abraço!

                                               Créditos: (Martha Medeiros)




sexta-feira, 24 de junho de 2016

A vida começa aos 40 - Muita Emoção



Avida começa aos 40...!?




Dizem que a vida começa aos 40 anos...

Não sei se é correto dizer que a vida começa aos 40, porque senão, o que foi então que estava acontecendo antes? não era vida? rsrsrs



Pela estatística, aos 40, já estamos na metade da vida!

Ou seja: Quando chegamos aos 40, uma metade da vida já passou – e já passou justamente a metade em que éramos jovens.



Nessa segunda metade da vida, mesmo que uma mulher seja demasiadamente saudável, vai ter de lidar com uns probleminhas de saúde aqui e ali, depois aqui, ali e em toda parte.... rsrsrs

Vai ter de lidar com as letras que vão diminuindo de tamanho bem diante dos seus olhos. 
Vai ter de saber lidar com a perda progressiva da juventude. 
E vai ter de lidar com a velhice dos pais!

É muita coisa para lidar, não é? 
Se além de tudo isso a vida estiver só começando... coitadas de nós... rsrsrs
Mas tudo bem, mesmo assim, não queremos que essa metade se acabe!
Diziam antigamente, que a vida começaria aos 40 porque as mulheres ainda estariam bonitas, os filhos crescidos, estariam livres do compromisso com a maternidade, 
 já seriam donas de uma carreira consolidada e financeiramente estáveis, teriam passado por percalços suficientes para se sentirem mais confiantes e, então, sem as pressões e inseguranças dos 20 ou 30, estariam mais livres para inventar novos rumos para suas vidas..
Ou, então, acreditava-se que, depois dos 40, o mais emocionante que uma mulher poderia esperar seriam os netos (que, com toda certeza é mesmo algo bem emocionante). 


Acredito também que seja uma grande conquista existirem protagonistas de novelas com mais de 40 anos,
e mulheres em todas as áreas ainda criando e inventando moda... depois dos 40

Hoje em dia, uma grande maioria das mulheres optam por terem seus filhos depois dos 30, então nesse caso, aos 40, é a vida de seus filhos que está só começando... 
e a dela começa aos 50...rsrs
Ótimo,
Um pouco mais antigamente aos 40, a vida estava era acabando, no sentido de esperar a aposentaria chegar para parar de trabalhar e sentar na soleira da porta ver rua e a vida acabar de passar!

Hoje não, aos 40 ainda ficamos ansiosas assim como ficávamos aos 18, que sonhávamos em tirar a carteira de motorista, entrar na faculdade e todas as outras coisas!


Digo então que é entre aos 40 e 50 que estamos começando tudo de novo,
nos aposentando de uma profissão, e provavelmente pensando em fazer algo novo, ou pelo menos estudando para acompanhar a linguagem dos filhos e dos netos, que agora já nascem sabendo...rsrs

Eu tenho um compadre de 54 anos, que diz uma frase assim:
“Ainda sou jovem, e desde quando sou jovem sou sonhador...eu vivo!”

Se depender do que sinto agora... eu digo:
Nada mais magnífico que conhecer os buracos da estrada, e assim evitar as derrapagens e fazer as curvas com firmeza.
Ter segurança em si, mesmo frente aos temporais,

Nada melhor que descobrir a liberdade autêntica, o amor maduro,
os amigos de verdade, e os inimigos também.


Deixei de engolir sapos, ou ter alergia de raiva,
deixei de ter dor de estômago por tensão, ou insônia de preocupação!
Abandonei aquela ansiedade onipresente,
e aquele viver tensa quando se é inexperiente!
Fiz as pazes com meus defeitos e limitações,
perdoei as escolhas inadequadas!
Aprendi a me colocar no lugar das pessoas antes de julga-las.
Ainda não redesenhei meu corpo frente à lei da gravidade,
ainda me gosto, exatamente assim!!!
Ousei ao experimentar coisas que me assombravam, surpreendi-me com minha coragem, e usufrui intensamente do prazer que tanto fugi.

Aprendi a ter tolerância com os medíocres,
mas não deixarei de ser contestadora, idealista, cruelmente franca e honesta!

Treinei a calma para ser capaz de tirar o "pé do acelerador" e me deitar numa rede em paz, cercada por uma linda paisagem, para tirar um cochilo...
...perdidamente apaixonada pela vida vivida até aqui!!!


Ficam as frases:

Basta envelhecer um pouquinho para perceber que a beleza não está nos traços e sim nos laços!!!

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios, e não tem reprise...

Por isso cante, chore, dance, ria e viva intensamente...

...antes que as cortinas se fechem e a peça termine sem aplausos!!!


Beijos da mulher de 50...rsrsrs

Deus abençoe ricamente a todos os leitores!!

Forte abraço!!

Até a próxima!!!






sexta-feira, 17 de junho de 2016

Minha Disneylandia é o Campo!



Costumo dizer que minha "Disneylândia" é o Campo!!

Sem demagogia alguma, a minha vontade de ir para um lugar com muito verde, é muito maior do que a que sinto em ir pra Disney...rsrsrs



Se o passeio é para descontrair, quero o Campo... se for para se divertir, quero o Campo.... se for para sentir adrenalina, ainda quero o Campo!!!



O ar puro e o vento que me abraça, me traz bem estar, me traz saúde, me provoca imensa vontade agradecer... Traz felicidade por ter o que agradecer... e aproveito para tal...



O cansaço de tanto brincar, fazer trilhas, correr, subir e descer em árvores e montanhas de pedras ... acabo com ele deitada numa grama olhando para o céu... imenso... cheio de mistérios! Infinito de cor azul!


Sossego é deitar numa rede, no meio do nada, onde nem seu celular não tem condições de te interromper... onde se torna obrigada a "desligar" de tudo por algumas horas... e sentir seu coração bater, sentir apenas você...


Leio comentários sobre a Disney: Fantástico, Fenomenal, entre outros... conheço pessoas amigos e familiares que já conhecem e são encantados, vejo fotos, realmente não é exagero...


...mas não conheço ainda, porque toda vez que chegam as férias, advinha? O Campo me atrai, estou com saudades, e é pra lá que quero ir... de novo, e de novo!! E me parece sempre nova essa sensação deliciosa de estar no Campo!!

Nunca morei lá, não é saudade de infância, nada disso, é paixão mesmo que o Campo me provoca...

Sei que a comparação com a Disney é "extrocha", mas é só pra expressar o quanto o campo é uma emoção que não abro mão... e também não é exagero o que digo desse "parque" maravilhoso!!

A Disney ainda pode esperar!!

Forte abraço a todos!

Que Deus os abençoe ricamente!

Até a próxima!





terça-feira, 14 de junho de 2016

O poder dos significados que você dá para os acontecimentos!!



O poder do significado que você dá para as coisas e acontecimentos na sua vida!!!

Vale a pena assistir essa palestra, seja qual for sua idade, ou profissão!





Tudo que é bom deve ser compartilhado!

Fazer o bem, também é mostrar para as pessoas amadas, tudo que vemos de bom, principalmente: conhecimentos!!

E conhecimento é um tesouro que ninguém pode roubar de você!

Forte abraço a todos os meus amados leitores do meu blog Registrando Emoções!

Deus os abençoe ricamente!

Sucesso sucesso sucesso!






quinta-feira, 9 de junho de 2016

Prender sem Algemas!!!


Chegando o dia dos namorados:
Vamos falar de algemas?


Prender sem algemas!


Existem pessoas que prendem as
outras sem colocar algemas!



É a liberdade que prende...

“Não quero portas abertas não quero saída!!”

Essa frase acima é dita numa música de
Breno Rei e Marco viola – “Prisioneiro

Você conhece um cara, e como se diz, você foi com a cara dele, seu santo bateu com o dele... enfim

Conversa vai e conversa vem, daqui a pouco estão apaixonados, quer vê-lo todos os dias, o coração dispara quando você ouve ele chegar, corre aquele frio na espinha,


...ou, de longe no meio de tanta gente, foi o primeiro que você enxergou naquela festa ou no Bar onde marcaram de se encontrar.


Isso vai aumentando, e quanto mais se conhecem mais você tem certeza que está apaixonada... você pode jurar que encontrou tudo que a vida podia oferecer!


Ele não tem pressa de nada, de colocar alianças, de levar você conhecer a família dele, de te apresentar aos amigos, e tal...

Você, cada vez mais, de perna bamba!!!

Ele é lindo!!(pelo menos pra você que já está cega de amor)!!


Se nesse momento eu te perguntar, ele te prende?

Não? Ou sim?

Claro que prende, e como prende, e sem fazer a menor força, sem algemas, sem uma palavra!
Pelo menos não com “voz” de prisão!











Ele te leva pra dançar, pra jantar, te leva no cinema, e viajar, viajar sem sair do lugar, mas com ele você já conhece até o paraíso!

Você chega a pensar que você não é nada sem o seu príncipe do cavalo branco!

Te faz se sentir leve, tão leve, mesmo depois daquela barra de chocolate, que só pra variar, foi ele quem trouxe pra você, olha que fofo!

Só que,
ele não te liga de meia em meia hora!

É bem assim mesmo não é?
Quando a pessoa que está a seu lado te deixa livre, você não quer mesmo portas abertas, não quer saída, como disse a pouco.


Mas e o contrário? 

Bom, dispenso palavras, nem preciso dizer, que existem homens que também prendem, também não usam algemas, mas usam ameaças, palavras deprimentes, que fazem você acreditar que você não é nada sem ele, só que, num sentido totalmente diferente do primeiro caso, você procura loucamente uma saída, uma porta aberta.
 

Pois:

Quando uma pessoa tenta te prender, você quer logo escapar, se sente sufocada e planeja fugir, fugir pra bem longe, fora do alcance da voz desse príncipe que virou um sapo, sim, pois se você está com ele, é porque um dia ele se fingiu de príncipe!

Então, muito cuidado meninas, nas primeiras semanas já dá pra perceber se ele vai descer do cavalo pra te fazer um cortejo ou porque virou sapo! Rsrs

Homem romântico é uma coisa, homem pegajoso é outra!

Ah! E mulher pegajosa também homem nenhum merece heim? Vamos combinar!

Algemas só se for pra fantasiar!!!rsrs

Feliz dia dos namorados para todos os casais apaixonados, que percam o rumo da porta! rsrs

Forte abraço!

Até a próxima!

Deus abençoe ricamente todos os leitores desse blog feito com muito carinho para cada um que está lendo essa postagem nesse momento!