sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Fotografando a Menina Moça


Fotografar a menina moça foi pura emoção!

Como disse Machado de Assis:
Menina e Moça

Está naquela idade inquieta e duvidosa,
Que não é dia claro e é já o alvorecer;



Entreaberto botão, entrefechada rosa,
Um pouco de menina e um pouco de mulher.



Às vezes recatada, outras estouvadinha,
Casa no mesmo gesto a loucura e o pudor;
Tem coisas de criança e modos de mocinha,
Estuda o catecismo e lê versos de amor.



Outras vezes valsando, e* seio lhe palpita,
De cansaço talvez, talvez de comoção.
Quando a boca vermelha os lábios abre e agita,
Não sei se pede um beijo ou faz uma oração.

Quando a sala atravessa, é raro que não lance
Os olhos para o espelho; e raro que ao deitar
Não leia, um quarto de hora, as folhas de um romance
Em que a dama conjugue o eterno verbo amar.


Quantas vezes, porém, fitando o olhar no espaço,
Parece acompanhar uma etérea visão;
Quantas cruzando ao seio o delicado braço
Comprime as pulsações do inquieto coração!

Ah! se nesse momento alucinado, fores
Cair-lhes aos pés, confiar-lhe uma esperança vã,
Hás de vê-la zombar dos teus tristes amores,
Rir da tua aventura e contá-la à mamã.


É que esta criatura, adorável, divina,
Nem se pode explicar, nem se pode entender:
Procura-se a mulher e encontra-se a menina,
Quer-se ver a menina e encontra-se a mulher!



Machado de Assis, in 'Falenas'

Forte abraço!! Até a próxima!!



terça-feira, 10 de novembro de 2015

Orquídeas em feira na Lival em Limeira - SP


Nesta Postagem vão apenas as fotos, que dispensam qualquer palavra!!

Essa foi uma visita que fiz na Feira de Orquídeas na LIVAL em Limeira  - SP nesse fim de semana (07 e 08 de Novembro) , mas realmente não tenho palavras pra descrever a EMOÇÃO!!!!







 



 




 




































Na próxima postagem eu mostro qual delas foram morar no meu orquidário!

Forte abraço!




quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Fotos de infância minha emoção!



Fotos de infância... Para a minha idade, isso é muita emoção! Essa sou eu...



Pois na época em que eu nasci, era muito difícil o acesso a fotografia, diferente de hoje que a criança já tem fotos postadas no facebook ainda dentro do útero da mãe...rs

Tecnologia em 1965 pelo menos na minha vida e ao meu redor era zero.

Mal posso dizer que tínhamos em casa Televisão em preto e branco, apenas duas emissoras existiam naquela época aqui no Brasil.

Máquina fotográfica, nem pensar...rs



Como sou louca por fotografia, imagina a minha emoção por ter essas fotos de criança, eu seria imensamente curiosa em saber como eu era quando criança, se não fosse essas fotografias.

Toda vida fui imensamente feliz por isso, e muito agradecida a minha mãe, que nunca me contou, que isso foi uma "carona" que eu peguei na festa de aniversário do meu primo que faz aniversário próximo do meu dia também... rs

Sempre que eu agradecia a minha mãe por isso, ela toda orgulhosa aceitava os meus agradecimentos... Claro.

Mal sabia eu, que ela coitadinha, não tinha condições para tal !!



Só depois que ela faleceu, um dia desses falando sobre isso com minha tia, ela me revelou que foi aproveitando a festa do filho dela, que com dó de mim que não tinha festas de aniversário, me colocava pra fazer a foto em frente o bolo como se fosse meu, só para me fazer feliz, e ela conseguiu...rs

Me fez feliz pro resto da vida, essas fotos são minhas relíqueas...rsrs



Obrigada minha mãezinha, por conservá-las com todo carinho e entregar a mim em perfeito estado, guardarei com certeza pro resto da minha vida!

Obrigada minha tia Elisa por essas fotos, pela oportunidade, que com toda certeza me fez sentir naquele momento em minha festa de aniversário!



O primo aniversariante é esse do canto esquerdo da foto, o Paulinho, na sequência, a prima Sandra, eu e o primo Fernando.

Fez uma criança feliz naquela época, e hoje uma adulta imensamente feliz!

Te amo! Te estimo!


Feliz lembrança de infância para todos os meus amados leitores!


Deus abençoe a todos!


Até a próxima!




terça-feira, 27 de outubro de 2015

Segunda parte da emoção triste!

A outra parte da emoção triste!


Olha que pena... Casamento e Falecimento... do dois!!!


Essa mulher, minha mãe, guerreira que enfrentava os desafios da vida cheia de alegria. 

Já estava viúva à 16 anos... 

Ficou todos esses anos viúva, sozinha, se dedicando ao filho problemático, com o vício do álcool e drogas, que se acidentava com frequência, e vivia internado, ela passava dias e dias no hospital fazendo companhia ao filho, ele faleceu ao completar 40 anos!

Enterrou o filho com muita fé e coragem, acreditando que ali ele terminava sua jornada aqui nessa vida para viver com Deus!

Fazer oque, com certeza teria que continuar vivendo sua vida normalmente, afinal ela fez tudo que pôde por esse filho, mas as escolhas eram dele!


Agora livre desse "fardo", entre aspas, porque ela dizia que filho não é fardo... 

ela começou a frequentar um grupo de terceira idade, onde conheceu Sr. Aurélio, viúvo, um senhor muito fino e educado, de princípios conservadores e muito amoroso.

Se apaixonaram, namoraram por alguns meses e se casaram, ela foi morar na casa dele, felizes da vida, pareciam dois adolescentes, dava pra ver o brilho no olhar dos dois.

Por dois anos foram muito felizes, passeando, dançando, reformando a casa, curtindo a vida de fato.


Mas chegou o Câncer para ela, ele amoroso como era, loucamente entristecido com a doença dela, não aceitando a idéia de que poderia ficar viúvo novamente, veio a adoecer também, um homem que nunca bebeu um gole de álcool na vida, veio a cirrose, e em dois meses Sr. Aurélio veio a falecer.

Ela muito debilitada, depois de três cirurgias no intestino, dentro de um mês, e tratamentos de quimioterapia e radioterapia, ainda assim, aguentou fortemente o velório do tão amado marido!



Mas a dor da perda do seu amado, calou na alma, aguentou firme ainda uns quatro meses, mas veio a tona a doença, que se recidivou e se espalhou rapidamente para outros órgãos causando muita dor...

Já tomando TRAMAL, o remédio para dor abaixo da morfina, não aguentou, ela completou 71 anos no sábado dia 03/05 fizemos um bolo...

... reunimos a família, cantamos os parabéns, jogamos truco, que era seu jogo favorito, ela se sentiu muito feliz, foi lindo, e dois dias depois ela veio a falecer !!!

Na Noite anterior de sua morte, eu fui muito feliz em sentir desejo de ir dormir com ela, ou melhor, passar a noite, lhe dar os remédios, mal sabia eu, que seria a ultima noite de sua vida, ou saberia?

No dia de sua morte, no café da manhã, ela me contou que tinha sonhado com Sr. Aurélio, que ele veio chamá-la pra ir embora com ele, tomou o café e voltou a se deitar, fechou os olhos para ver se continuava a sonhar com ele, e não os abriu mais!!!

Mulher de grande fé foi também viver com Deus!!
 

Adeus minha tão amada Mãezinha!!

Forte abraço amados leitores do meu blog, desculpe compartilhar também emoções tristes, mas era a proposta do blog desde o começo, colocaria aqui todo tipo de emoção!

Até a próxima amados!!